Como você e o seu cãozinho podem emagrecerem juntos

Olá amigas tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje quero dar uma passadinha aqui para dar uma dica para vocês, como você pode aproveitar o tempo passeando com seu cãozinho para emagrecer. Como eu ando muito com meus cachorros e dedico várias horas do meu tempo a cuidar de animais, então desenvolvi uma maneira de emagrecer enquanto eu passeio com meus cachorros fazendo com que eu economize tempo e ainda me divertindo.

Eu acho que vocês já sabem a importância de nós mantermos o nosso peso ideal. Essa é longe de ser uma questão de estética, manter o peso certo é importante para a manutenção da nossa saúde. E uma pesquisa feita recentemente pode-se concluir que manter o peso ideal ajuda no controle da pressão arterial e da glicose.

Se estivermos dentro do nosso peso ideal podemos evitar diversas doenças como: hipertensão, hipertrofia Ventricular, Apnéia, Depressão, Diabetes do tipo 2 etc.

 

Por que o seu cãozinho deve perder peso?

102_125-blog-dog

A verdade é que um cachorro com sobre peso ou obeso não é feliz e muito menos saudável. Normalmente ficam deitados o dia inteiro dormindo e não possuem energia para realizar nenhuma atividade. Os cachorros com sobrepeso estão propensos a adquirir diversos tipos de doenças, entre elas o câncer e a diabete canina, fadiga constante, e outros problemas debilitantes que podem encurtar a vida do seu animal de estimação

Como saber se meu cachorro está obeso ou tem sobre peso?

Para saber isso é muito fácil, realize o “teste da costela”, é simples realizar esse teste. Procure suas costelas, se não puder encontrá-las facilmente, seu cachorro está gordo e deve perder peso. Um cachorro de tamanho normal terá uma cintura delineada e sua barriga não estará abaixo de sua caixa torácica quando vista de lado.

 

Como perder peso junto ao seu cãozinho

exercício-cães

Como eu disse acima, perder peso é essencial para nossa saúde e pode nos livrar de várias doenças.

Sempre que vou passear com meus cachorros (4 cachorros grandes) eles sempre querem correr, e eu aproveito isso, corro com eles e isso me ajuda bastante a manter minha forma física já que não tenho muito tempo para me dedicar a isso. Mas calma, eu não saio correndo igual uma louca com meus cachorros, pelo contrário.

Uma outra dica para que você perca peso com seu cachorro é: Faça exercícios no parque enquanto passeia com eles. Há exercícios muito fáceis que não duram nem 5 minutos que podem fazer você queimar gordura em pouco tempo sem muito esforço. Veja um pouco desses exercícios no blog: http://queimade48horasiniciantes.com

Eu tenho certeza que depois de realizar esses exercícios com seu cãozinho, logo ele e você perderá alguns quilos e vocês conseguirão atingir o peso ideal de vocês.

Doenças que cachorros podem transmitir

Diariamente estou me envolvendo com cachorros. Quem me conhece sabe o quanto gosto de cachorros e eu tenho paixão ao cuidar deles. Sempre pego cachorros na rua, alimento-os, dou banho e coloco-os para adoção. Esperando na expectativa para que eles encontrem um lar que os ame o mais rápido possível. É importante ressaltar que devemos ficar atento as doenças que os cachorros podem nos passar.

Certa vez ouvi de minha vizinha uma história que ela dizia que um menino pegou herpes labial por causa de um cachorro. E por causa disso abandonaram o cãozinho a vários quilômetros da sua casa para que ele não retornasse. Não tem cabimento! A falta de informação e a ignorância pode fazer coisas inacreditáveis com uma pessoa. Onde já viu? Um cão passar herpes labial para uma criança? Literalmente impossível. Veja abaixo algumas doenças que podem ser provocadas por um cachorro:

Doenças Transmitidas por cachorros

doencas-em-caes

Os cachorros podem sim transmitir doenças, mas não todo tipo de doenças que se pensa. Através do pelo, fezes, patas e saliva os cachorros podem nos transmitir no total de mais ou menos 40 doenças, algumas principais são:

Sarna sarcóptica: vulgarmente conhecida como sarna canina é uma doença de pele em cães, causada pelo parasita de Sarcoptes scabiei. Este parasita pode também invadir outros hospedeiros, incluindo o homem, que ele não pode viver na pele humana por muito tempo.

Lombriga: É uma verminose causada por um parasita chamado Ascaris lumbricoides. É a verminose intestinal humana mais disseminada no mundo.

Giardíase canina: é uma doença bem rotineira em cães e você que tem um animalzinho provavelmente já se preocupou com essa verminose, que se trata de uma das principais doenças intestinais nos cães.

Micose: Micoses são infecções causadas por fungos que atingem a pele, unha e cabelos

Bicho geográfico: é uma doença de pele causada pela entrada da Larva Migrans através de feridas e cortes na pele, causando sintomas como coceira e vermelhidão na pele.

Raiva: a raiva é transmitida pela saliva infectada que entra no corpo por meio de uma mordida ou pele lesionada.

Cuidados ao cuidar de um cão de rua

Sempre que eu pego um cão na rua para dar a ele os devidos cuidados, eu utilizo luvas e se eu for colocá-lo em meu carro, eu utilizo papelões afim de proteger os bancos. Em alguns casos, depois de ter pego o cachorro e dado à ele os devidos cuidados eu jogo as roupas que estava utilizando quando peguei o cachorro. Fazendo isso, eu me previno de diversas doenças que essa cachorro poderia me passar.

 

 

 

Estudantes do Terceiro Ano do Ensino Médio Desesperados – Minha Opinião

Opa galera, como vai vocês? Espero que vocês todos estejam bem. Hoje é o primeiro artigo do meu blog recém-inaugurado. Eu tenho outros blogs, mas decidi concentrar meus esforços apenas neste por enquanto. Hoje vamos falar sobre um assunto que eu queria debater à muito tempo e não tive oportunidade, é sobre o desespero e a pressão que os estudantes do ensino médio passam no terceiro ano do ensino médio. Parece um tema que não tem nada a ver com o assunto principal do blog, mas é importante tratar sobre esse assunto.

A Pressão

diarioweb_carreira_homemtrabalhoestresse

Todo mundo sabe que hoje para termos um bom salário e status é necessário te rum bom emprego e ser “cabeça”. Anão ser que você escolha ir para o lado do empreendedorismo, onde você terá que trabalhar para si mesmo e todo o seu resultado dependerá do seu esforço, mas isso é assunto para outro artigo, talvez em uma outra ocasião.

Quando eu fazia o terceiro ano do ensino médio eu sentia uma leve pressão por parte dos meus pais. Eles sempre diziam: “Filha espero que você passe no enem e consiga uma vaga em uma universidade federal”, “Eu tenho orgulho de você filha”, “Quero que você escolha uma profissão que te dê estabilidade financeira e te faça ter uma vida prospera. A fundo eles estão certos, mas e se eu e nem você quiser isso para a vida? E aí, como fica? Talvez eu queira apenas uma profissão que eu goste, não preciso ter uma profissão bem “vista” pelos olhos da sociedade para ser feliz, como médico, engenheiros, bioquímicos etc. Talvez você queira trabalhar apenas de assentar massa.

E quando os estudantes falam para seus pais que eles não querem isso, que eles não precisam de ter uma profissão bem vista aos olhos da sociedade para serem bem-sucedidos eles não entendem, e acabam dizendo que o estudante é vagabundo ou algo do tipo. Essa pressão é terrível e acaba trazendo um desconforto imenso para o aluno.

Há também os casos onde a escola não é boa o bastante para dar uma formação estruturada para o aluno, então ele acaba se devaneando e não conseguindo a vaga que os pais tanto queriam para eles. Veja abaixo

A escola ruim e a condição financeira dos Pais

Há também casos onde a condição financeira dos pais e nem a escola auxiliam na vaga que o os pais do aluno tanto almejam. Todo mundo sabe que em todas as edições do Enem são concorridíssimas, desde a primeira, até a agora, o Enem 2016.

Há duas situações:

A Primeira é onde a escola é de péssima qualidade e não oferece ao menos uma estrutura básica para orientação do aluno. Desta maneira ele não terá a mesma oportunidade e visão que os demais alunos

A Segunda é onde os pais exigem fortemente do filho para que ele passe em alguma faculdade federal, mas as condições financeiras da família não ajudam. Por exemplo, todo mundo sabe que para estudar e concorrer igualmente com filhos de “ricos” é necessário muito tempo de estudo diário. Então como estudar sendo que o aluno precisa trabalhar para sustentar em casa? Essa é uma grande questão a ser debatida.

Espero que você tenha intendido (a) meu ponto de vista. Eu não quero desmotivar ninguém, pois, QUEM QUER CONSEGUE!